últimas notícias

Notícias

Adicional noturno deverá ser pago a professores em regime de dedicação exclusiva

Publicado em : 05/02/2019

Autor : Proifes-Federação

Professores e Professoras do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal do Paraná (IFPR), no regime de dedicação exclusiva, que exercem atividades no período noturno (entre 22h e 5h do dia seguinte), conquistaram na Justiça o direito ao pagamento do adicional noturno.

O IFPR vinha negando o pagamento do adicional noturno aos professores em regime de dedicação exclusiva com base na Nota Informativa n. 5.146/2016 do Ministério do Planejamento. O SINDIEDUTEC-Sindicato entrou com ação judicial para garantir o direito da categoria. Os advogados da assessoria jurídica do SINDIEDUTEC – o escritório Bordas Advogados Associados – argumentaram que a supressão dos pagamentos é ilegal, uma vez que o direito ao adicional noturno é garantido por lei, com previsão constitucional.

O Juiz Federal Substituto, Flávio Antônio da Cruz, julgou procedente a ação coletiva e reconheceu o direito dos professores em dedicação exclusiva ao recebimento do adicional noturno. Segundo o Juiz, a "interpretação conferida pelo Poder Executivo revela-se arbitrária".

É mais uma vitória para os filiados do SINDIEDUTEC. É importante registrar que o IFPR poderá recorrer desta decisão no Tribunal Regional Federal.

Estas e outras questões poderão ser consultadas através da Assessoria Jurídica do SINDIEDUTEC. Agende uma consulta.

Publicado originalmente pela Ascom/Sindiedutec

Remover Filtro

Nota de Esclarecimento

21/02/2019

Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROPESSOAS) da Universidade Federal de Goiás (UFG) divulgou nota comentando o descumprimento da decisão liminar sobre pagamento do adicional de insalubridade

Insalubridade não será paga a professores pelo segundo mês

21/02/2019

Em decisão liminar, Justiça determinou retomada do pagamento indenizatório a professores expostos a riscos

Reservas para Sede Campestre no Carnaval serão definidas por sorteio

20/02/2019

Estreia nesta quarta a mostra O Amor, a Morte e as Paixões; Adufg-Sindicato é apoiador do evento

20/02/2019

O servidor na reforma da Previdência de Bolsonaro

20/02/2019

Sindicato alerta sobre tentativa de golpe para resgate de apólice

20/02/2019

Adufg-Sindicato terá sede própria em Jataí

19/02/2019

Adufg-Sindicato se reúne com docentes EBTT do CEPAE/UFG para discutir questões de carreira

19/02/2019

Um dos principais objetivos da reunião foi o de fornecer assessoria jurídica para o processo de “Reconhecimento de Saberes e Competências” (RSC)

Adufg-Sindicato sedia I Seminário do Fórum Goiano Contra as Reformas da Previdência e Trabalhista

15/02/2019 Ascom Adufg-Sindicato

Previdência: proposta é de idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres, diz secretário

15/02/2019 Por Guilherme Mazui e Gustavo Garcia, G1 — Brasília

Período de transição previsto é de 12 anos. Presidente assinará proposta no dia 20

voltar para página anterior
Adufg - Sindicato dos Docentes das Universidades Federais de Goiás