últimas notícias

Notícias

Adufg protocola ação coletiva sobre licença prêmio

Publicado em : 09/10/2017

A assessoria jurídica do Adufg Sindicato protocolou nesta segunda-feira (9) ação coletiva com objetivo de condenar a UFG a indenizar os professores e professoras que se aposentaram ou se aposentarão sem gozar da licença prêmio. A ação contempla, ainda, os docentes que não utilizaram a licença para computar o  tempo que poderiam gozar de forma dobrada na ocasião da aposentadoria, ou para integralizar o tempo necessário para poderem usufruir do recebimento do abono de permanência.

O advogado Elias Menta, que presta assessoria jurídica para o  adufg Sindicato, explica que "a ação protocolada nesta data busca minimizar os prejuízos que todos os professores e professoras que tinham o direito de gozar da licença prêmio amargaram em não usufruir da mesma até a sua aposentadoria, principalmente pela extenuante carga de trabalho que lhes é imposta e pela notória dedicação que é marca da docência". A ação coletiva foi aprovada em assembleia no dia 03 de maio deste ano (veja notícia AQUI)

Contextualizando

A licença prêmio foi direito adquirido dos Servidores e Servidoras até a entrada em vigor da Medida Provisória (MP) n° 1.522/96, após transformada na Lei n° 9.527/97, vez que até a entrada em vigor da MP a Lei trazia a seguinte redação no seu art. 87: "Após cada qüinqüênio ininterrupto de exercício, o servidor fará jus a 3 (três) meses de licença, a título de prêmio assiduidade, com a remuneração do cargo efetivo".

Tal período pode ser gozado pelo(a) docente ou pode ser somado ao tempo de trabalho, de forma dobrada, para fins de aposentadoria ou para computo do abono de permanência. Sendo assim, para aqueles professores que não desfrutaram ou contabilizaram a mencionada licença para fins de aposentadoria/abono é que foi ajuizada a ação coletiva que pretende que aqueles e aquelas que se aposentaram nos últimos cinco anos, sejam indenizados no valor de sua última remuneração bruta auferida na ativa por mês que poderiam, mas não usufruíram da mencionada licença sem a incidência de impostos e da contribuição previdenciária.

 

Serviço

A equipe de advogados do Sindicato costumeiramente trata dos direitos dos servidores públicos, ativos e aposentados. O telefone para agendamento de consultas é (62) 3202-1280.

 

Remover Filtro

Ações do Governo Federal comprometem a Educação brasileira

22/06/2018

Uma das estratégias mais graves para os serviços públicos foi limitar os gastos durante 20 anos 

FNPE faz balanço da CONAPE e aponta encaminhamentos para o próximo período

21/06/2018

EC 95 inverte lógica do PNE, e reduz investimentos em educação em vez de ampliar, diz Brandão na Câmara

21/06/2018

Cooperativa, uma alternativa para crescer

21/06/2018

Professor Serigne Ababacar, da UFCAT, quer mapear as cooperativas em Catalão e em todo o Estado

Arraiá em Jataí será dia 29/06

20/06/2018

Além das comidas e músicas típicas, o público também vai curtir a apresentação da quadrilha “Chapéu de Palha”

Convocada reunião do Conselho de Representantes - 28/06

20/06/2018

Dia do Cinema Brasileiro: Os desafios na conquista de público

20/06/2018

Problemas de distribuição e produções que dialogam com o público são gargalos no Brasil

 

É tempo de Arraiá no Adufg-Sindicato

19/06/2018

A festança contará com brincadeiras, comidas típicas e muita música

Professores da UFCAT discutem engajamento sindical e condições de trabalho

19/06/2018

Adufg e Face realizam campanha de doação de sangue

19/06/2018

Doações podem ser feitas nesta terça-feira (19) em frente ao ICB IV

voltar para página anterior
Adufg - Sindicato dos Docentes das Universidades Federais de Goiás