últimas notícias

Notícias

Adufg, Sint-Ifes e estudantes se reúnem com reitoria para tratar da segurança nos câmpus

Publicado em : 08/06/2018

Autor : Ascom Adufg-Sindicato

Representantes do Adufg-Sindicato, Sint-Ifes, Diretório Central dos Estudantes (DCE) e Associação de Pós-Graduação (APG) da UFG reuniram-se nesta sexta-feira com o reitor da UFG, Edward Madureira, vice-reitora, Sandramara Matias e membros da equipe da reitoria para levar as preocupações quanto à segurança nos câmpus e propor que a reitoria realize uma assembleia universitária.

A solicitação da assembleia foi feita pelo Adufg-Sindicato em conjunto com demais entidades representativas da comunidade acadêmica. Representando os docentes pelo Adufg-Sindicato, participaram da reunião o presidente, Flávio Alves da Silva, o vice-presidente, Walmirton D’Alessandro, e a diretora Secretária, Veridiana de Moura.

O professor Flávio começou dizendo que todas as entidades presentes conversaram sobre o assunto e tiveram unanimidade em tratar sobre a segurança pública com a reitoria. “Sabemos que têm sido feita algumas ações, e que a universidade tem se esforçado nesse sentido, mesmo com a questão orçamentária. Mas a segurança na universidade têm preocupado a todos. O fato dessa semana chocou toda a comunidade acadêmica, foi lamentável, gravíssimo. Era uma vida”.

Como representante do sindicato dos docentes, Flávio disse que os professores estão muito preocupados com essa questão, muitos inclusive procuraram o Adufg-Sindicato em busca de uma solução. “O Adufg não resolve essa questão, propomos junto com Sint-Ifes e estudantes que a reitoria chame uma assembleia universitária para discutir o tema e apresentar soluções mais efetivas para resolver esse problema. É a reitoria que encaminha a solução”.

O coordenador geral do Sint-Ifes, Fernando Mota, enfatizou que “a convocação da assembleia também seria um momento propício para lançar uma campanha para contratação de novos vigilantes para a universidade. Uma proposta que poderia ser levada para Andifes, MEC, até mesmo baseada nesses fatos mais recentes”. Segundo o coordenador, “a falta de vigilância e segurança própria da universidade prejudica o desempenho normal das aulas e das atividades acadêmicas. O corte orçamentário, especialmente com a Emenda Constitucional 95, vai agravar ainda mais essa questão da segurança”.

O estudante Odiney Souza, do DCE, ressaltou que tratar da segurança no câmpus é complexo. “Quando falamos de segurança aqui são questões de segurança pública, os problemas que acontecem aqui também acontecem fora da universidade. Então a assembleia seria importante para discutir como faremos uma política de redução de danos para que essa questão do tráfico de drogas seja menos perigosa do que como aconteceu, por exemplo, nessa semana”.

Face aos pontos levantados, o reitor Edward Madureira afirmou que o plano de segurança da universidade vem sendo implementado em quase todos os aspectos, especialmente os pontos que não dependem de investimentos muito alto. “Algumas medidas não dependem diretamente da universidade, temos um protocolo a ser estabelecido com órgãos de segurança e estamos fazendo isso de forma muito dialogada. A nossa segurança tem limites de atuação e de abordagem que a gente precisa desse apoio”, disse.

“Queremos que a universidade continue sendo um lugar livre, mas também que tenha segurança. Não interessa quem morreu. É um ser humano. Não é porque foi aluno, professor, técnico ou alguém de fora. Não queremos que isso aconteça”, concluiu Edward.

Ao final da reunião, definiu-se que nas próximas semanas deverá ser instituída uma comissão com professores, técnicos, estudantes, comunidade para encaminhamentos e ações relativas à segurança nos câmpus. Sobre a assembleia universitária, o reitor afirmou que irá analisar junto à equipe a pertinência e o momento de realização e que a segurança na universidade seria discutida no Conselho Universitário.

 

Remover Filtro

Ações do Governo Federal comprometem a Educação brasileira

22/06/2018

Uma das estratégias mais graves para os serviços públicos foi limitar os gastos durante 20 anos 

FNPE faz balanço da CONAPE e aponta encaminhamentos para o próximo período

21/06/2018

EC 95 inverte lógica do PNE, e reduz investimentos em educação em vez de ampliar, diz Brandão na Câmara

21/06/2018

Cooperativa, uma alternativa para crescer

21/06/2018

Professor Serigne Ababacar, da UFCAT, quer mapear as cooperativas em Catalão e em todo o Estado

Arraiá em Jataí será dia 29/06

20/06/2018

Além das comidas e músicas típicas, o público também vai curtir a apresentação da quadrilha “Chapéu de Palha”

Convocada reunião do Conselho de Representantes - 28/06

20/06/2018

Dia do Cinema Brasileiro: Os desafios na conquista de público

20/06/2018

Problemas de distribuição e produções que dialogam com o público são gargalos no Brasil

 

É tempo de Arraiá no Adufg-Sindicato

19/06/2018

A festança contará com brincadeiras, comidas típicas e muita música

Professores da UFCAT discutem engajamento sindical e condições de trabalho

19/06/2018

Adufg e Face realizam campanha de doação de sangue

19/06/2018

Doações podem ser feitas nesta terça-feira (19) em frente ao ICB IV

voltar para página anterior
Adufg - Sindicato dos Docentes das Universidades Federais de Goiás