últimas notícias

Notícias

Cortes de orçamento das Universidades enterram o futuro da pesquisa no país, afirma PROIFES na Câmara

Publicado em : 11/08/2017

Autor : Proifes-Federação

“Todo dia é um ataque à educação brasileira. E nesses ataques é evidente que este governo está querendo precarizar as universidades para privatizar”, afirmou o vice-presidente do PROIFES-Federação, Flávio Silva (ADUFG-Sindicato), em reunião da Frente Parlamentar pela Valorização das Universidades Federais, realizada na Câmara dos Deputados nesta quinta-feira, 10, em Brasília (DF).

“As universidades estão sofrendo bastante, não é de agora. Só que esse ano os cortes foram maiores, em todos os níveis. Além de prejudicar as universidades, esses cortes prejudicaram as agências de pesquisa, são mais de onze bilhões de reais retirados da educação, ciência e tecnologia desde 2015. Isso significa enterrar o futuro da pesquisa e da educação no Brasil”, acrescentou Silva.

A Frente Parlamentar é presidida pela deputada federal Margarida Salomão (PT-MG), e nesta reunião contou com a presença da senadora Fátima Bezerra (PT-RN), do deputado federal e professor Raimundo Angelim (PT-AC) e do presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior no Brasil (Andifes) e reitor da Universidade Federal do Pará, Manuel Tourinho, e da presidenta da Associação Nacional de Pós-graduandos (ANPG), Tamara Naiz na mesa de abertura, além da participação de reitores e dirigentes da ANDIFES, da União Nacional dos Estudantes (UNE), senadores, deputados e pesquisadores.

“As universidades hoje estão pedindo verba de custeio, para pagar a água, a luz. Chegamos no fundo do poço, com instituições paralisando totalmente suas atividades, e isso é mais do que triste e grave, isso é perigoso”, afirmou a senadora Fátima Bezerra.

Para a deputada Margarida Salomão, cortar recursos demonstra o desprezo com que este governo trata da educação no Brasil. “Não estamos tratando de uma instituição qualquer, mas sim de uma instituição da República brasileira que é fundamental do nosso povo, que é o direito à educação, à ciência e tecnologia”, alertou a deputada.

Mais de 90 por cento da pesquisa brasileira é feita na pós-graduação, destacou Tamara Naiz sobre o corte de verbas para bolsas de pesquisa científica. “As bolsas são mais que um direito, são uma necessidade para o país, precisamos de muito mais pessoas fazendo ciência. As condições já não são fáceis, e sem as bolsas fica muito mais difícil. Para nós jovens pesquisadores é triste, é a desconstrução do nosso futuro. Educação e ciência não são gastos, são investimentos em áreas estratégicas”, afirmou a presidente da ANPG.

O desmonte que está acontecendo na educação hoje, para o deputado Angelim, não é um problema conjuntural e sim estrutural: “a medida que vai paralisando as pesquisas, vamos comprometendo o futuro do País. Antes discutíamos a expansão e qualidade do ensino e pesquisa das universidades e institutos federais, hoje, estamos lutando para que elas não parem suas atividades. É uma questão dramática”, ressaltou o deputado.

Fotos: Paulo Geovane

Remover Filtro

Universidades Federais possuem os professores mais qualificados, atesta levantamento do MEC

21/02/2018

Atenção ao prazo! Inscrições com resumos para a 70ª Reunião Anual da SBPC encerram dia 28

21/02/2018

Os resumos aprovados serão incluídos na programação da Sessão de Pôsteres. Para os que não apresentarão trabalhos, as inscrições seguem abertas até o dia 12 de julho

Sindicatos federados ao PROIFES participam de atos contra desmonte da Previdência em todo o país

21/02/2018

Adufg realiza pesquisa com professores

21/02/2018

O sindicato irá entrevistar docentes em todas as regionais da UFG

Comissão de Educação aprova criação de duas universidades federais em Goiás

20/02/2018

As propostas seguem com pedido de urgência para votação no Plenário do Senado, último passo antes de serem encaminhadas à sanção presidencial

Projeto que cria a Universidade Federal de Jataí está na pauta da CE

20/02/2018

Conforme a proposta, a transferência de cursos, alunos e cargos será automática. O campus da UFJ, será constituído das atuais unidades acadêmicas de Riachuelo e Jatobá

FNPE altera para maio data da etapa nacional da CONAPE

20/02/2018

Divulgada ação de isenção de CPSS

19/02/2018

Os valores são para professores em atividade entre 1999 e 2012

Vagas disponíveis em turma para iniciantes do curso de Desenho e Pintura

19/02/2018

Adufg Sindicato marca presença em ato contra a reforma da previdência

19/02/2018
voltar para página anterior
Adufg - Sindicato dos Docentes das Universidades Federais de Goiás