últimas notícias

Notícias

MP 871: Medida é primeiro passo para a Reforma da Previdência; saiba como ela afeta os servidores públicos

Publicado em : 05/02/2019

Autor : Proifes-Federação

Publicada no dia 18 de janeiro, a Medida Provisória 871/19 é a primeira ofensiva do governo Bolsonaro contra a aposentadoria e a seguridade social. Anunciada como um conjunto de medidas para combater fraudes no INSS, a MP, vai além abrindo caminho não apenas para a suspensão de benefícios, mas também estabelecendo regras mais rígidas para a sua concessão. Abaixo, os pontos mais críticos da MP, de acordo com a Assessoria Jurídica da APUB:

A MP permite a suspensão cautelar de benefícios sob suspeita de irregularidades, até que o beneficiário apresente defesa; ou seja, a suspensão poderá ser feita antes da comprovação de irregularidade

Existe a possibilidade de ser retirado o direito do servidor incluir o tempo de serviço trabalhado no setor privado, usando o Certificado de Tempo de Contribuição (CTC) para averbar o período trabalhado na iniciativa privada, e vice-versa, para fins de aposentadoria. A assessoria jurídica recomenda que servidores/as nessa situação providenciem imediatamente o seu CTC

A Assessoria Jurídica alerta ainda que o governo prepara um decreto que corta direitos no gozo da licença prêmio ou licença capacitação, de três meses a cada cinco anos. A ideia é cortar o pagamento de gratificações a quem decidir usar essa licença, mantendo apenas o salário base.

Para saber mais detalhes sobre os impactos da MP, acesse aqui a análise ponto a ponto produzida pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar – Diap.

Publicado originalmente pela Ascom/Apub-Sindicato

Remover Filtro

Nota de Esclarecimento

21/02/2019

Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROPESSOAS) da Universidade Federal de Goiás (UFG) divulgou nota comentando o descumprimento da decisão liminar sobre pagamento do adicional de insalubridade

Insalubridade não será paga a professores pelo segundo mês

21/02/2019

Em decisão liminar, Justiça determinou retomada do pagamento indenizatório a professores expostos a riscos

Reservas para Sede Campestre no Carnaval serão definidas por sorteio

20/02/2019

Estreia nesta quarta a mostra O Amor, a Morte e as Paixões; Adufg-Sindicato é apoiador do evento

20/02/2019

O servidor na reforma da Previdência de Bolsonaro

20/02/2019

Sindicato alerta sobre tentativa de golpe para resgate de apólice

20/02/2019

Adufg-Sindicato terá sede própria em Jataí

19/02/2019

Adufg-Sindicato se reúne com docentes EBTT do CEPAE/UFG para discutir questões de carreira

19/02/2019

Um dos principais objetivos da reunião foi o de fornecer assessoria jurídica para o processo de “Reconhecimento de Saberes e Competências” (RSC)

Adufg-Sindicato sedia I Seminário do Fórum Goiano Contra as Reformas da Previdência e Trabalhista

15/02/2019 Ascom Adufg-Sindicato

Previdência: proposta é de idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres, diz secretário

15/02/2019 Por Guilherme Mazui e Gustavo Garcia, G1 — Brasília

Período de transição previsto é de 12 anos. Presidente assinará proposta no dia 20

voltar para página anterior
Adufg - Sindicato dos Docentes das Universidades Federais de Goiás