últimas notícias

Notícias

Nota Pública do PROIFES-Federação

Publicado em : 18/05/2017

 

Nota Pública do PROIFES-Federação

 

Neste momento de grave crise institucional do Brasil, em que todas as instituições do país, Executivo, Legislativo, Judiciário, e até o Ministério Público, estão envolvidas em graves denúncias, com integrantes presos ou citados em investigações, incluindo o próprio Presidente da República, a Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (PROIFES-Federação) vem a público reafirmar sua posição em defesa intransigente da Democracia no Brasil. Não aceitaremos nenhuma solução que não passe pelo crivo da consulta popular, de forma direta e democrática. Pois não teremos nenhuma possibilidade de estabilidade e de respeitabilidade senão em um governo originado das urnas, pela vontade do povo.

A posição do PROIFES-Federação, como representante dos professores e das professoras das Universidades e Institutos Federais e dos professores e professoras civis das escolas militares, é da necessidade de ir às ruas para defender o direito dos trabalhadores e trabalhadoras, e ampliar nossas manifestações contra as Reformas, em especial da Previdência e Trabalhista, enviadas ao Congresso por um governo não eleito, impopular, e que se vê agora em situação política muito frágil. Vamos encher as ruas de Brasília dia 24 e de todo o Brasil, para dizer não à retirada de direitos dos trabalhadores e trabalhadoras, em reformas que só interessam ao mercado financeiro, e que aumentarão as diferenças sociais e aprofundarão a crise nesse país.

O Brasil precisa voltar à normalidade democrática, com eleições diretas, governos legítimos e representativos. Precisamos de um forte combate à corrupção, investigações profundas sobre todas as denúncias, além de uma retomada do crescimento econômico, com recuperação de empregos a ampliação dos gastos sociais, retomada da ampliação do Sistema Federal de Educação, com mais acesso do povo ao ensino superior público. Precisamos que o país retome o controle das riquezas da nação, parando imediatamente com a entrega das riquezas minerais, como o Pré-sal, cujos aportes financeiros para a educação e a saúde não podem ser comprometidos, com a retirada da Petrobrás da exploração e a consequente diminuição dos valores dos royalties destinados a estas duas áreas tão sensíveis em nosso país.

Os professores e professoras de instituições federais querem que o povo seja o condutor das mudanças, e não aceitaremos nenhum arranjo institucional para resolver uma crise que não passe pelo povo.

Em defesa da Democracia, contra a retirada dos direitos dos trabalhadores, pela retomada dos investimentos e contra a corrupção, nos manifestamos.

Brasília, 18 de maio de 2017

PROIFES-Federação

Remover Filtro

Campanha de vacinação contra gripe imuniza mais de 1.500 pessoas

26/04/2018

Neste ano o sindicato vacinou 605 pessoas a mais do que em 2017, no entanto houve uma procura maior pela vacina em função da alta circulação do vírus H1N1 no estado

Etapa estadual da Conape em Goiás ocorre nesta sexta-feira

25/04/2018

Adufg-Sindicato participa junto a diversos outros sindicatos e associações de classe vinculados à educação em Goiás

Associação Goiana da Síndrome de Williams completa dois anos de atividades

25/04/2018

A entidade disponibiliza diagnóstico genético, ações integrativas e encaminhamento para tratamentos clínicos

Sindicato responde carta aberta sobre evento do Grupo Travessia

25/04/2018

Resultado do sorteio da Sede Campestre para feriado do Dia do Trabalhador

25/04/2018

40 Adufg-Sindicato por Mindé Badauy: “Foi um período muito difícil, mas sinto falta”

25/04/2018

Professora foi a primeira presidente eleita do Adufg-Sindicato e responsável pela estruturação e por embates políticos

Estudante de Ciências Sociais é eleita presidente da UEE-GO

25/04/2018

Danny Cruz garantiu a presidência pela chapa “Prontos para a Batalha”

Fórum Goiano promove ação no Dia do Trabalhador

25/04/2018

Convite – Roda de conversa sobre a implantação da UFJ será na sexta-feira, dia 27/04

25/04/2018

O sindicado convida toda a comunidade acadêmica da Universidade Federal de Jatai (UFJ) para uma roda de conversa com o reitor da UFG, Edward Madureira

PROIFES condena avanço da privatização e da mercantilização da educação básica no país

24/04/2018
voltar para página anterior
Adufg - Sindicato dos Docentes das Universidades Federais de Goiás