últimas notícias

Notícias

Plano Nacional de Educação não está nas prioridades do orçamento da União

Publicado em : 10/08/2017

Autor : Proifes-Federação

Fonte : Brasil de Fato -

O governo federal decidiu vetar o artigo da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que incluía entre as prioridades para 2018 o cumprimento das metas previstas pelo Plano Nacional de Educação (PNE). A LDO, que estabelece as metas e prioridades do governo para o ano seguinte e orienta a elaboração da lei orçamentária anual, foi sancionada nesta quarta-feira (9), com vetos, pelo presidente Michel Temer.

Temer vetou um artigo que previa que a alocação de recursos na área de educação deveria ter por objetivo, no Projeto e na Lei Orçamentária de 2018, o cumprimento das metas previstas no PNE. A razão do veto foi que a medida restringiria a liberdade do Poder Executivo de alocar recursos para a implementação das políticas públicas e reduziria a flexibilidade na priorização das despesas discricionárias em caso de necessidade de ajustes previstos na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), “colocando em risco o alcance da meta fiscal”.

Para o coordenador-geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Daniel Cara, o veto do governo oficializa o descumprimento do PNE. “A gente sempre viveu o gosto amargo de ver o PNE vinculado às leis orçamentárias e não sendo cumprido. Ainda assim, isso dava um espaço para a gente, porque o descumprimento do plano continuava gerando tensão dentro do governo. Agora, eles oficializaram o descumprimento do plano na peça orçamentária”, diz.

O Ministério da Educação (MEC) disse que os vetos à LDO não mudam a prioridade da pasta em relação ao PNE. “O MEC tem envidado esforços para cumprir a execução e as metas do Plano Nacional de Educação”, informou o ministério, em nota.

PNE

O PNE é uma lei federal, sancionada em 2014, que prevê metas para melhorar a qualidade do ensino brasileiro em um prazo de 10 anos, desde a educação infantil até a pós-graduação. O texto estabelece 20 metas para serem cumpridas até 2024, das quais oito têm prazos intermediários, que já venceram. A lei também aponta 254 estratégias relacionadas a cada uma das metas e 14 artigos que definem ações a serem realizadas no país.

Um balanço do Observatório do PNE (OPNE) divulgado em junho mostrou que, após três anos de vigência do Plano Nacional de Educação (PNE), apenas 20% das metas e estratégias que deveriam ter sido cumpridas até 2017 foram alcançadas total ou parcialmente.

Fonte: Brasil de Fato

Foto: CNDE/Divulgação

Remover Filtro

Vagas restantes em cursos do Travessia podem ser ocupadas por professores da ativa

16/08/2017

Podem se inscrever professores em atividade e seus dependentes a partir de 15 anos de idade

Quintart reúne docentes no dia 25

16/08/2017

Jantar com churrasco encerra o mês de agosto com música e descontração

Novamente o governo Temer aponta suas armas contra a população brasileira

16/08/2017

Professores celebram Dia dos Pais em Sabadart

14/08/2017

Happy hour ocorreu no último sábado na Regional Jataí

UFG discute "Oportunidades e Desafios da Gestão de Pessoas nas IFEs"

14/08/2017

O assunto é tema do Encontro Nacional de Dirigentes de Pessoal e Recursos Humanos das Instituições Federais de Ensino

Cortes de orçamento das Universidades enterram o futuro da pesquisa no país, afirma PROIFES na Câmara

11/08/2017

Entidades discutem estratégias em ato do Fórum Goiano contra reformas

11/08/2017

O evento reuniu várias frentes sindicais em busca de um movimento unificado

Em Brasília, PROIFES participa do lançamento do Tesourômetro contra cortes de financiamento à educação

10/08/2017

PROIFES-Federação e entidades da educação articulam CONAPE 2018

10/08/2017

Jataí recebe atendimento jurídico dia 14

10/08/2017

O atendimento será na próxima segunda-feira. Professores (as) interessados devem entrar em contato com a subsede para agendamento

voltar para página anterior
Adufg - Sindicato dos Docentes das Universidades Federais de Goiás