Notícias

Autor: Monique Arruda

Publicado em 19/12/19 - Notícias

15 anos de atuação da PROIFES-Federação em prol da Educação são celebrados no Congresso Nacional

Plenário Ulysses Guimarães ficou lotado de representantes de lideranças sindicais e estudantis. Diretoria do Adufg-Sindicato marcou presença na solenidade histórica

15 anos de atuação da PROIFES-Federação em prol da Educação são celebrados no Congresso Nacional
Crédito imagens: Diogo Fleury

Essa última quarta-feira, 18 de dezembro, foi marcante para a Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico Técnico e Tecnológico (PROIFES-Federação). O histórico Plenário Ulysses Guimarães na Câmara dos Deputados, em Brasília, ficou lotado de representantes das lideranças sindicais de todo País, movimentos estudantis e parlamentares que comemoraram e destacaram a importância da Federação em 15 anos de história e luta em prol da Educação e da carreira docente.    

A sessão solene foi proposta pela deputada federal Erika Kokay (PT). O Adufg-Sindicato marcou presença com uma comitiva formada pelo presidente e tesoureiro da PROIFES, Flávio Alves da Silva, e o professor do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da Universidade Federal de Goiás (UFG), Geci José Pereira, que responde como Diretor de Assuntos Educacionais do Magistério Superior da Federação. Além dos diretores do Sindicato, Geovana Reis, João Batista de Deus, Ana Christina de Andrade Kratz, Abraão Garcia Gomes e outros docentes da UFG.

 

Reconhecimento

“Quando falamos da PROIFES estamos falando da defesa de uma educação laica e de qualidade. Uma educação gratuita. Uma educação que tenha a condição de nos libertarmos de toda história de um País que ainda não fez o luto nem do colonialismo, nem da ditadura e nem tampouco da escravidão. Por isso, precisamos tanto dessa Federação, que tem um entendimento das nossas reinvindicações corporativas, que são importantes porque resgatam a identidade de classe e profissional, pois elas se embalam na luta por um País onde nós não tenhamos como inimigos imaginários educadores (as), nem tenhamos como inimigos imaginários a Educação e a consciência crítica”, declarou Erika Kokay.

Segundo o presidente do Adufg-Sindicato e tesoureiro da Proifes, Flávio Alves da Silva. “Nestes 15 anos de existência da Federação, o grande diferencial da entidade sempre foi o seu poder de negociação e diálogo. Isso levou os professores (as) das universidades e Institutos Federais a terem uma carreira docente estruturada e com melhores salários”.

Ao falar sobre o que representa para a entidade o reconhecimento, por parte do Parlamento, da atuação da PROIFES em sua trajetória de 15 anos, Nilton Brandão (SINDIEDUTEC-PR), presidente da Federação, referenciou o prefácio do livro “PROIFES 15 Anos – Lutas e Conquistas” escrito pela governadora do Estado do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra.

“Algumas das qualidades que sempre admirei nessa entidade sindical são: a postura propositiva e responsável, abertura para o diálogo, defesa da autonomia das universidades, mas, sobretudo, a defesa da Educação Pública como direito de todas e de todos os brasileiros”, escreveu Fátima Bezerra.

Para o diretor Administrativo do Adufg, João Batista de Deus. “Se não tivéssemos criado a Proifes e não tivéssemos feito as negociações, hoje nós não teríamos uma universidade pública de qualidade com pesquisa e extensão”, pontuou.

Confraternização e Lawfare

Após a sessão solene, uma confraternização reuniu os docentes, parlamentares e lideranças de movimentos sociais e sindicais. Na ocasião, foi distribuído o livro que retrata em textos e imagens a trajetória histórica da PROIFES, desde sua fundação como Fórum de Professores de IFES, em 2004, passando por sua transformação em Federação, em 2012, e sua atuação, desafios e vitórias até os dias atuais.

Na oportunidade, o presidente do Adufg, Flávio Alves da Silva, aproveitou para mostrar uma prévia do livro com os textos assinados e escritos pelas principais autoridades políticas, jurídicas e do jornalismo que integraram o I Painel de Debates sobre o Lawfare promovido pelo Sindicato nos dias 11 e 12 de setembro deste ano, em Goiânia.