Notícias

Autor: Ascom Adufg-Sindicato

Publicado em 29/11/19 - Notícias

Ação popular ocupa centro de Goiânia com exposição de arte, teatro, literatura e ciência, chamando atenção para o uso do espaço público

Professores da Rede Municipal de Goiânia e da UFG promovem a Primeira Ciranda Literária Pública de Goiânia. Adufg apoio realização do evento

Ação popular ocupa centro de Goiânia com exposição de arte, teatro, literatura e ciência, chamando atenção para o uso do espaço público
Divulgação

A primeira Ciranda Literária Pública de Goiânia será composta por conjunto de ações distribuídas em quatro atividades que visam ocupar o espaço público da cidade com literatura, teatro, exposição artística e divulgação científica. O evento foi idealizado por professores da rede municipal de Goiânia e da Universidade Federal de Goiás (UFG), e conta com diversos parceiros, entre eles a própria UFG e a Secretaria de Educação Municipal de Goiânia. O evento contou ainda com apoio do Sindicato dos Docentes das Universidades Federais de Goiás (ADUF), Fundação de Apoio à Pesquisa (FUNAP), Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP), Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Goiás (CAU/GO) e o Laboratório de Livros, Leitura, Literatura e Biblioteca (Libris).

A primeira das quatro ações, entendida como aquecimento, será realizada no dia 30 de novembro, às 16 horas, na Pomar Livraria, Rua 132 A, Setor Sul. Nesta data, ocorre o lançamento do livro de literatura infantil intitulado Os cantos da cidade, de autoria de Tadeu Arrais e Priscila Barbosa – para cada obra comprada no lançamento, outra será doado para a Escola Municipal Eli Brasiliense. Quem comprar o livro receberá de presente uma carta escrita à mão por uma criança dessa escola como forma de agradecimento. Todo valor arrecadado nesta ação inicial será revertido pelos autores e pela editora do livro nas próximas ações da Ciranda.

A segunda ação acontecerá na Rua do Lazer, Centro de Goiânia, dia 07 de dezembro, sábado, às 16h. Neste dia, o público será recebido por grupos de contação de histórias para crianças, palhaços, músicas, gincana de Caça ao Tesouro, Cantinhos de Leitura (mediado pela professora Giltane Marinho, da escola Municipal Eli Brasiliense e pelo conhecido Grupo Gwaya) e uma exposição de arte (organizada pelos professores Caio Sena e Simone Sousa) baseada em trocas de cartões postais entre estudantes da Escola Municipal Bárbara de Souza Morais e alunos de Camarões, na África e da Suíça. Os cartões enviados pelos alunos foram transformados em quadros que serão exibidos ao público.

A terceira ação acontecerá dia 8 de dezembro, 10 horas, domingo, no Teatro Carlos Moreira, na Rua do Lazer, Centro. Neste dia, todos estão convidados a assistirem ao espetáculo Pluft o fantasminha, peça teatral infantil escrita pela dramaturga brasileira Maria Clara Machado. Essa será a única atividade com ingresso, no valor simbólico de R$ 5,00 e conta a história do rapto de uma menina (Maribel) pelo malvado pirata Perna-de-Pau. Escondida no sótão de uma velha casa, ela conhece uma família de fantasmas e faz amizade com Pluft, um fantasminha que tem medo de gente.

A última ação da 1ª Ciranda Literária Pública De Goiânia será a defesa de uma tese que demonstrará como estamos perdendo o espaço públicos da nossa cidade, o que inclusive justifica a importância de todas as ações anteriores. O trabalho foi escrito pela arquiteta e futura doutora Maria Ester. A defesa ocorrerá às 14 horas do dia 10 de dezembro, terça-feira, também na Rua do Lazer, no Centro. Após a defesa, o público será convidado a permanecer ocupando o Centro da cidade, se juntar a um ato público, ou a ir para o Menor Bar do Mundo (VHS) conversar fiado.

 

Enredo

O que acontece quando um monte de mães e pais se reúnem com um outro monte de amigos em um espaço público da cidade? O que acontece quando esse monte de pais e mães e outros tantos amigos, com outros montes de filhos e filhas, começam a se encontrar nos espaços públicos da cidade? Nesses encontros, rolam conversas para todos os gostos e desgostos. Foi em um desses encontros, na Rua do Lazer, que esse monte de gente olhando para um outro monte de gente miúda, conhecidas como crianças, tiveram a ideia de organizar uma Ciranda Literária. Em comum, além do ofício de ensinar, esse monte de gente gosta de literatura.

O gosto por contar histórias e o desejo de que esse monte de gente miúda goste de ouvir histórias, foi motivo de muitas conversas regadas, quase sempre, por um chope gelado. Daí para organizar uma Ciranda Literária pública foi um pulo só. Então, esse monte de gente grande resolveu convidar tantos outros montes de gente para ler, ouvir e contar histórias na Rua do Lazer. Até mesmo as defesas de uma tese de doutoramento resolveram levar para lá. É uma experiência literária, sim! É uma experiência literária para crianças, sim! Mas também é, sobretudo, uma ação de apropriação dos espaços públicos da cidade.

Venham cirandar!

 

Serviço

Evento: 1ª Ciranda Literária Pública De Goiânia
Locais: Pomar Livraria, Rua do Lazer e Teatro Carlos Moreira
Datas: 30/11, 07/12, 08/12 e 10/12, em horários variados dependendo da atividade.
Tipo de evento: Literatura, Teatro, Ocupação do Espaço Público, Exposição de Arte e Ciência para toda as idades