Notícias

Autor: Ascom Adufg-Sindicato

Publicado em 20/02/20 - Notícias

Nota do Adufg sobre a notícia de suspensão de progressões e gratificações

Nota do Adufg sobre a notícia de suspensão de progressões e gratificações

O Sindicato dos Docentes das Universidades Federais de Goiás (Adufg-Sindicato) acionou sua assessoria jurídica assim que tomou conhecimento de que o Ministério da Educação(MEC) enviou ofício aos reitores informando que é responsabilidade das instituições de ensino “abster-se de promover atos que aumentem as despesas com pessoal”. O Adufg-Sindicato também mantém contato com outras entidades nacionais para articular respostas e acompanhar os desdobramentos da medida.

A ação do Governo Federal pode levar universidades e institutos federais do País a não pagarem horas extras, adicional noturno e até aumento de salário por progressão na carreira aos professores. A determinação atinge diretamente as atividades de ensino e pesquisa, além de ferir direitos dos professores e funcionários. OAdufg-Sindicato também está à disposição dos professores e professoras, que, eventualmente, necessitarem de orientação e acompanhamento jurídico.

O sindicato reitera, ainda, que está em constante mobilização na defesa dos servidorespúblicos e contra os constantes ataques do Governo Federal aos serviços públicos. Importante destacar que já está prevista para o dia 18 de março uma Greve Nacional emDefesa dos Serviços Públicos. O Adufg-Sindicato dá total respaldo ao ato, que tem como principal objetivo combater o projeto político de precarização dos serviços públicos.